loading sadorent rent-a-car
Loading...









O seu navegador não é suportado!

O MS Internet Explorer é um browser que não suporta as novas tecnologias web.
Para que possa visualizar a página corretamente, por favor utilize qualquer um dos navegadores abaixo:




Google Chrome

Mozilla Firefox

Microsoft Edge

Opera



Portalegre

Portalegre
Portalegre
Portalegre
Situada na Serra de São Mamede e perto da fronteira com Espanha, Portalegre teve uma posição estratégica na defesa do território durante a Idade Média. O rei D. Afonso III (1248-79) doou-a ao filho bastardo D. Afonso Sanches. Esta ação foi muito contestada pelo irmão D. Dinis (1279-1325), seu sucessor, que em 1299 a integrou nos bens da coroa, mandando então reconstruir o Castelo.

 Ainda na época medieval, estabeleceu-se em Portalegre a ordem religiosa franciscana no Convento de São Francisco e no Convento de Santa Clara.

No início do séc. XVI, depois de fundada a Misericórdia de Portalegre, o Bispo da Guarda, D. Jorge de Melo, mandou construir o Convento Cisterciense de São Bernardo. A cidade, reconhecida nessa época como um importante centro administrativo e económico, foi elevada a cidade por D. João III, que então criou a Diocese de Portalegre e mandou construir a Sé Catedral. A ação do novo bispado afirmou-se na construção do paço Episcopal e do Seminário Diocesano, hoje transformado em Museu Municipal.

Os séculos XVII e XVIII deixaram na cidade um forte caráter barroco que ainda se conserva nalguns  monumentos, como a Igreja de São Lourenço, e nas casas apalaçadas de que o Palácio Amarelo, o Palácio dos Falcões ou o Palácio Achioli são exemplos notáveis, conservando os brasões das famílias que os habitaram e uma rica decoração em ferro forjado, trabalho singular na região.

Após a extinção das ordens religiosas, em 1834, e com o advento da revolução industrial, a cidade esforçou-se em dar resposta ao progresso atribuindo novas funcionalidades aos antigos conventos e palácios.

São exemplo disso o Convento de Santo Agostinho, transformado em quartel da GNR, o Convento de São Bernardo, o Convento jesuíta de São Sebastião, ocupado pela Manufatura de Tapeçarias de Portalegre ou o Palácio Castel-Branco, recentemente adaptado a Museu de Tapeçaria de Portalegre Guy Fino que relembra o contributo da indústria têxtil para o desenvolvimento da cidade.

Em Portalegre, que se percorre facilmente a pé, destaca-se ainda a Casa-Museu de José Régio, poeta português. Nos arredores, importa salientar o miradouro da Igreja de Nossa Senhora da Penha e a Igreja do Bonfim, na estrada em direção a Marvão e Castelo de Vide, localidades que também merecem uma visita atenta.

(fonte: www.visitportugal.com)

Estação SADORENT Portalegre

+351 245 337 456

portalegre@sadorent.pt

+351 21 781 82 91*

Ver detalhe

Central +351 217 818 290

Ou ligue direto para:

Almada +351 212 744 606
Barcelos +351 253 098 137
Beja +351 284 100 240
Elvas +351 268 639 490
Estremoz +351 268 339 282
Évora +351 266 734 526
Lisboa-Aeroporto +351 217 818 296
Lisboa-Benfica +351 217 155 422
Lisboa-Centro +351 217 818 295
Lousã +351 239 152 977
Montijo +351 212 318 124
Odivelas +351 219 332 543
Parede +351 210 175 746
Portalegre +351 245 337 456
Porto-Aeroporto +351 229 448 686
Porto-Cidade +351 225 401 876
Setúbal +351 265 539 660